O que eu tenho a dizer a todas as Zebras é que sejam fortes e corajosas

Olá. Meu nome é Betuel Tiago. Tenho 24 anos e atualmente estou no estado de Santa Catarina mas sou do estado do Paraná no Brasil. Tenho Ehlers-Danlos síndrome subtipo Clássica. Possuo muitas cicatrizes em meu corpo, a maior parte deles aconteceram na infância e ficam marcas para vida toda. As vezes saem feridas em meus joelhos, cotovelos e calcanhar, quando isso acontece eu passo pomadas até que ele sare, infelizmente a EDS não tem cura. Devido a EDS tenho fadiga crônica e algumas dores pelo corpo, a disautonomia também é um desafio enorme. A escoliose é uma das maiores preocupações no momento, ela é bem acentuada e me trás algumas dores, a oxigenioterapia foi um grande alívio para mim, ajudou na respiração e nas dores de cabeça. Apesar de todas as limitações que EDS trouxe eu me considero uma pessoa feliz. Pretendo viver intensamente todos os dias da minha vida, para que eu possa realizar todos os meus sonhos, inclusive poder viajar onde eu possa encontrar uma melhor qualidade de vida. O que eu tenho a dizer a todas as Zebras é que sejam fortes e corajosas, buscar sempre viver melhor, as vezes eu fico triste, mas logo em seguida ergo a cabeça e recomeço novamente. Um abraço do tamanho do Brazil a todas as zebras.

Disclaimer: Each story submitted to The Ehlers-Danlos Society for this #myEDS/#myHSD anthology is published "as-is," with only minimal edits for spelling, grammar, and typographical mistakes. Each profile reflects the personal views, experiences and opinions of the individual authors-and, thus does not necessarily represent the views and/or endorsements, individually or collectively, of The Ehlers-Danlos Society, its leadership, staff, boards, or communities. We can also not confirm any medical claims or comments in the story.

Do you have a story to tell? Share it with us!


 

Tags: , , , ,

Categorized in: